Números e fatos

Crescimento de 8% graças ao empenho e à inovação

A Ziehl-Abegg atinge um volume de vendas de 482 milhões de euros - Número de colaboradores aumenta para 3550

O fabricante de motores e ventiladores Ziehl-Abegg aumentou o seu volume de vendas para 482 milhões de euros em 2016 (ano anterior: 447 milhões de euros). “As condições políticas e económicas em todo o mundo foram mais do que difíceis, mas nós conseguimos afirmar a nossa posição de forma extraordinária”, afirma Peter Fenkl, director executivo, comentando os valores anuais provisórios. Este crescimento muito significativo foi proporcionado por novos produtos, uma logística melhorada e um empenho ainda maior nas vendas e no serviço.

“Os valores das vendas por si só, com um crescimento de cerca de 8%, devem-se, por um lado, ao contacto personalizado e, por outro lado, ao diálogo com os fornecedores e clientes”, explica Fenkl. Por isso, a equipa de vendas e de serviço foram reforçadas. A exemplificá-lo está a inauguração de uma filial no Dubai, no ano passado, para a tecnologia de ventilação e acionamento. Fenkl: “Desta forma, conseguimos acompanhar ainda melhor os nossos clientes em todo o mundo.”

A quota de exportações superior a 75% mostra de onde vem este crescimento: enquanto que o negócio na Alemanha, o qual está a um nível elevado, aumentou ligeiramente, a grande parte do crescimento tem origem nos restantes países europeus. Também os volumes de vendas nos países do continente americano subiram acima da média. “A Ásia teve um desenvolvimento igualmente positivo, embora já não revele a dinâmica dos últimos anos”, destaca Fenkl.

O aumento das vendas deve-se essencialmente aos novos produtos. O ventilador radial Cpro, apresentado pela primeira vez aos clientes há seis anos, teve também durante o último ano um crescimento de quase 50%. A unidade compacta de ventilação ZAplus, há cinco anos no mercado, viu inclusivamente a sua procura aumentar 56% em comparação com o último ano. E até o ventilador mais jovem ZAbluefin, no qual se implementaram conhecimentos sobre a composição anatómica da baleia-de-bossas, começou muito bem. “Realçámos assim ainda mais a nossa competência enquanto líder tecnológico no setor da biónica”, destaca o director executivo. Além disso, a Ziehl-Abegg também ganhou pontos na construção de motores convencionais: os motores economizadores de energia ECblue são um impulsor essencial do sucesso, uma vez que são utilizados em vários produtos. Também o dispositivo atual de regulação para os acionamentos de elevador (ZAdyn4) encontrase, no que toca aos valores de venda, 47% acima dos valores do ano anterior.

Uma tendência que se reforçou em 2016: os clientes desejam produtos com um grande espetro de potência, mas solicitam também uma utilização extremamente simples. “Foi por isso que recebemos um grande apoio para o nosso conceito operacional contínuo que se estende aos motores, ventiladores e dispositivos de regulação”, salienta Fenkl. Os fabricantes de equipamento original (OEM) conseguem, desta forma, executar a montagem e o serviço de forma mais rápida e segura.

O número de colaboradores na Ziehl-Abegg subiu para mais de 3550 (ano anterior: 3450); nas cinco fábricas em Hohenlohe, a empresa emprega 2000 pessoas (ano anterior: 1950). Por norma, a empresa não comenta os lucros.

Os aumentos nos preços da energia e as especificações legais obrigarão também os clientes finais a implementar, nos próximos anos, produtos cada vez mais eficientes em instalações novas e na modernização de instalações antigas. Sobretudo na Europa Central, e especialmente na Alemanha, o tema Retrofit dominará os próximos anos. “É por isso que a Ziehl-Abegg olha com verdadeiro positivismo para o ano de 2017”, afirma o presidente do conselho, resumindo os sinais das primeiras semanas.

Download

  • Crescimento_de_8__graças_ao_empenho_e_à_inovação_-_ZIEHL-ABEGG_PT.pdf
    Crescimento de 8% graças ao empenho e à inovação (33 KB)
Fundação: 1910
Diretoria executiva: Peter Fenkl (Presidência), Achim Curd Rägle, Norbert Schuster, Dr. Klaus Weiss
Presidente do conselho: Uwe Ziehl
Receita em 2016: 482 milhões de euros
Receita por área de negócios em 2015: Tecnologia pneumática (86 %) Tecnologia de acionamentos (14 %)
Participação da receita externa em 2015: 75 %
Quota de capital próprio em 2015: 48 %
Funcionários em 2016: 3.550
Porcentagem de formação: 8 %
Escritórios de vendas: 97
Locais de produção: 16
Gama de produtos: aprox. 30.000 artigos